CRÔNICAS DE NEGÓCIOS

Blogterapia

[25/12/2001 01:53 – É madrugada e trabalho só. Há noites digito, digito, digito, digito. Por um honorário de quatro dígitos, prometi cumprir o prazo: para ontem. Já nem sei se ontem é hoje ou se hoje foi amanhã. Fim de ano é magro para consultoria, mas este está obeso. Estou exausto. A família viajou. Preciso viajar, nem que seja na maionese. Escrever! É o que vou fazer. Ficção? Por que não? Olho para minha coleção do Malba Tahan, edição original de 1953. Do pseudo-árabe do deserto, que nunca pisou outras areias além de Copacabana. Já sei o que fazer.]

Escrever é uma terapia. Kathleen Adams, criadora do "The Center for Journal Therapy", fala da escrita de reflexão como uma forma de melhorar a saúde mental, física e emocional. Externar seus problemas, preocupações e conflitos através da escrita é uma terapia eficaz. Faz do mero diário algo mais do que um texto que ninguém lê. Ajuda a soltar os cachorros e lavar a égua. Faz bem.

[25/12/2001 02:15 – Os americanos trabalham como toupeiras, atrás de Bin Laden nas cavernas de Tora Bora, Afeganistão. Vou viajar para distrair. Não vou de American Airlines. Vou de Hellman’s Airlines, disfarçado por um pseudônimo. Se Júlio César de Mello e Souza era Malba Tahan, serei Ali Kilabah. Ao contrário do "Homem que Calculava" – sei contar, mas não números – sou um jornalista árabe, escrevendo em inglês ruim e sem revisão. Como um árabe escreveria sob pressão.]

A diário-terapia não é novidade. Anne Frank já fazia isto no diário que escreveu para ninguém ler e todo mundo leu. A adolescente expunha seus medos, sonhos e anseios. Em 15 de julho de 1944 escreveu: "…sinto que tudo irá mudar para melhor, que esta crueldade também acabará… preciso me apegar aos meus ideais… talvez um dia possa colocá-los em prática". Anne foi morta por ser judia. Seu diário foi seu bálsamo, enquanto sonhos e amigos viravam fumaça. Literalmente.

[26/12/2001 00:26 – Pronto! O blog – diário eletrônico de Ali Kilabah – está no ar para ninguém ler. O jornalista acompanha o exército americano às cavernas de Tora Bora e descobre manuscritos secretos e milenares. Depois? Depois eu invento algo. Começar a escrever já aliviou a tensão e abriu a imaginação. Levo meus neurônios para surfar nas ondas do imprevisto com a prancha do improviso. Êpa! Não consigo mais acessar meu blog! E não está pronto… O que aconteceu?]

Se já existisse a Internet, Anne Frank teria escrito um blog. A terapia seria a mesma, mas ela teria, em suas informais mãos, o quarto poder da informação. As mesmas palavras que curavam seus medos e receios seriam sussurradas on-line em tempo real. Viajariam à velocidade do pensamento por arames nada farpados. Se não pudesse deter a crueldade, ao menos ajudaria a pensar as feridas isoladas de muitas Annes.

[26/12/2001 02:05 – Descobri. Os servidores do Blogger.com foram invadidos. Agora está normal, mas meu blog não. Vou refazer. Bio e foto do fictício jornalista, um fragmento do manuscrito, mapa do Afeganistão e uma notinha no final: "Ali Kilabah é personagem fictício, pseudônimo do autor. Inclui ficção, fatos e opiniões pessoais." No início, uma brincadeira no estilo Welles, da radiofônica "Guerra dos Mundos": "Acabei de publicar este diário e os servidores do Blogger.com foram hackeados. Será uma conspiração tentando me impedir? Você decide". Bocejo um sorriso e vou dormir.]

[01/01/2002 04:47 – Madrugada do ano novo. Que susto! O contador de páginas parece bomba de gasolina. Quase dois mil visitantes únicos na virada do ano! Rastreio, para ver de onde vêm. Fóruns e listas de discussão, um jornal on-line na Rússia, outro na Itália e blogs. Vários blogs. Minha diário-terapia virou um "buzz", caiu na boca do povo. Ou ‘caiu no blog do povo’, só para registrar o neologismo. Nossa! Será que este barulho é o FBI cercando o prédio? É melhor ir dormir.]

O blog "The Tora Bora Manuscripts" continua no ar. Meio desatualizado, pois desde então viajei em outros textos. A história ficará incompleta, até alguém me estressar de tanto serviço na próxima virada do ano. Então Ali Kilabah pode voltar à ação. O que aconteceu com o jornalista enquanto isso? Sei lá… talvez esteja fazendo uma crônica-terapia como esta, só para variar.

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Esta crônica faz parte dos temas apresentados em suas palestras. Veja emwww.mariopersona.com.br

aa
Visitas (verde) e páginas visitadas em Dezembro/Janeiro 2001

Forum METAFILTER
http://metafilter.org/mefi/13434
December 30, 2001

The Tora-Bora Manuscripts As soon as I published this journal at Blogger.com its servers were hacked. I believe it is a conspiracy perpetrated by the enemies of the TRUTH, trying to stop me. A lame but amusing hoax? Or dangerous and ancient secrets that will blow things wide open?
posted by _________ at 9:13 AM PST (16 comments total) 

. A lame but amusing hoax? Or dangerous and ancient secrets that will blow things wide open? And what’s the difference?
posted by _________ at 9:26 AM PST on December 30 

Obviously true. That book clearly has a curse on it, and any one who touches it, or even mentions it, comes to harm. You were forced by the curse of the book to double post.
Damn. Now I’ve gotten myself into the loop, and the}re}}’s no7~~~ w*&h }}}}}}}}}}}}}}}} NO CARRIER
posted by _________ at 9:29 AM PST on December 30 

He’s also defending his veracity here.
posted by _________ at 9:35 AM PST on December 30 

Yea, right! Actually I think the writer is David Belfield aka Hassan Tantai, the American assassin who offed Ali Akbar Tabatabai (former Iranian diplomat) in 1980. Hassan is starring in the new Iranian hit movie Kandahar and is a wanted man in the US.
posted by _________ at 9:43 AM PST on December 30 

just fyi… the orginal site still exists at blogspot. The truth supressors didn’t manage to tear it down, I guess.
posted by _________ at 9:49 AM PST on December 30 

This is one of those rare occasions when I’d like to know where the poster first encountered the link. Right now, it looks like some weblogger’s just screwing around.
posted by _________ at 10:09 AM PST on December 30 

A journalist who doesn’t want to publish a huge scoop because it will ruin their reputation…
posted by _________ at 10:45 AM PST on December 30 

For a backward Afghan journalist he’s got a good eye for aesthetics and he’s pretty handy in HTML. Plus he’s decided to put his site up at Port5 and Blogspot, not Geocities.af …
posted by _________ at 10:54 AM PST on December 30 

As the old joke goes, "My wife yelled at me and made me stop watching the X Files. They must have gotten to her".
posted by _________ at 11:05 AM PST on December 30 

If you look towards the bottom of the page, he also took the time to join some webrings. If his information is so world-changing, hits would be the last thing I’d think he’d be worried about.
posted by digital_insomnia at 1:10 PM PST on December 30 

He lived in Joplin, MO in 1972, when McGovern was shot? He wasn’t reading the papers very well. My vote is that this barely reaches shaggy-dog story level. For a journalist, he sure has a way of burying his lead. Three pages in and I haven’t a clue what the big secret is.
posted by _________ at 2:39 PM PST on December 30 

What don’t the ancients know?! Its sad that the illuminati had to take down blogger just to keep this little secret from getting out. How they let Nostradamus get through the cracks is beyond me.
posted by _________ at 3:34 PM PST on December 30 

This is Better.
posted by _________ at 6:25 PM PST on December 30 

For a backward Afghan journalist he’s got a good eye for aesthetics and he’s pretty handy in HTML. Plus he’s decided to put his site up at Port5 and Blogspot, not Geocities.af … Well I’m not sure he has. Look here.
posted by _________ at 7:02 PM PST on December 30 

What? Sara’s using bloggertemplate59 same as our mystery journalist. It’s just a canned template available to all and sundry…
posted by _________ at 8:29 PM PST on December 30 

I guess no-one will ever read this, but I felt there should be a comment here – I (and I guess others posting here) got an email from Ali Kilabah explaining that this is indeed fiction. If you go here and scoll down a bit you’ll see:

The truth is I am a writer, besides other things, (it is true I am not American), and Ali Kilabah is a personage and also my alias for this story. The Tora Bora manuscripts is an ongoing story that mixes real facts from the news (you might recognize the photographers arrested by the tribesman, the manifestation in Islamabad, etc.), some really ancient information I want to pass on (a kind of excerpt of the information from a book I translated from English ten years ago), and a fiction personage (Ali Kilabah) to wrap it up in one story.

I had just published it on Blogger when it got hacked, so I decided, just for fun, to write that introduction and leave the idea the hacker was trying to stop Tora-Bora’s manuscripts of being published. You know how blogs are, the great majority of them are usually forgotten corner on the web, read only by those who write them and their mothers. I thought mine would be so, except that my mother does not use the Internet.

But things were not so, and this is the wonder of the Web. Besides you, some other people found it and between Dec 31st and Jan 1st, almost one thousand unique visitors had came in, consuming 63 Mb of the 100 Mb Port5.com would allow me to use. So I moved it back to Blogger.com in a new address torabora.blogspot.com (I am still unable to log in the original tora-bora.blogspot.com after the hacking, because my password does not work).

As he said in the email: "a home-made personal fantasy spread more than I’d expected"…
posted by _________ at 2:40 PM PST on January 5


Esta crônica de Mario Persona pode ser publicada gratuitamente como colaboração em seu site, jornal, revista ou boletim, desde que mantidas na íntegra as referências acima.