Tony Blair caiu na rede
por Mario Persona



Tony Blair caiu na rede

:plain: A nota na Folha de São Paulo conta que o partido de Blair foi para a Internet buscar 5 milhões de eleitores e uma das armas usadas foi o blog de Tony Blair e o fotolog de sua mulher. Segundo a Reuters, os blogs “desabrocharam…” e a eleição “viu a explosão deles, de candidatos a jornalistas e franco-atiradores”.


Parece que o blog está pegando pra todo lado. Gostei tanto do que uma consultora de blogs – sim, já existe consultora de blogs – escreveu que pedi permissão para publicar em português, claro. Os prós e contras dos blogs e das newsletters enviadas por e-mail você vai ler a seguir, por Debbie Weil:

“O que dá melhor resultado… um blog ou uma e-newsletter?

Prós e contras blogs

Os blogs estão entrando rapidamente no arsenal de armas utilizadas para o marketing on-line. Para mim, é a arma de minha predileção. Os blogs:

– São rápidos e fáceis de publicar.
– Melhoram muito sua colocação nos sites de busca se você acrescentar conteúdo novo regularmente.
– Abrem um diálogo com sua audiência que pode publicar comentários para que todos leiam.
– Dão à sua empresa uma imagem de autêntica e progressista.
– Se atualizados de forma consistente, transformam você em uma referência de pensamento em seu nicho empresarial.

Será que sua audiência irá ler seu blog regularmente? Não, a menos que você tenha uma estratégia para levá-los ao seu blog. Há duas maneiras de se fazer isso:

1. Lembrá-los de visitar seu blog na Web (lembre-se, um blog é apenas um tipo de site Web), ou

2. Criar a possibilidade de assiná-lo via RSS (Newsgator.com e Bloglines.com são duas boas opções).

Todavia, levar seus leitores a utilizarem RSS pode ser uma tarefa árdua, principalmente se a sua audiência não for de pessoas que abraçam correndo a última novidade tecnológica. (Minha previsão é que RSS será popular até o final de 2005 como a palavra “blog” foi a palavra do ano em 2004).

Por enquanto, o melhor que tem a fazer é publicar tanto um blog quanto uma newsletter via e-mail.

Prós e contras das e-newsletters

O e-mail continua sendo o eixo central da maioria das estratégias de marketing on-line. É a forma mais fácil de atingir sua lista de assinantes (supondo que você tenha uma). Mas pode não ser a mais confiável.

O último relatório da DoubleClick sobre tendências de e-mail (Q4 2004) mostra que a taxa de newsletters em htm que são efetivamente abertas pelos destinatários caiu para 32,6%.

Mesmo assim, todo mundo sabe o que uma e-newsletter ou boletim eletrônico é. Se você conseguir com que a sua vença o bloqueio dos filtros e convença seus leitores a abri-la… você pode levar sua audiência a visitar seu blog!

Não importa se você publica em formato html ou texto, basta incluir um link para as últimas atualizações de seu blog com algumas palavras de introdução — e uma exortação para visitá-lo em busca do que há de novo.

Combinar um e-mail de aviso de atualização com um blog é uma solução fácil de publicar — permite que você tire proveito de ambas as táticas de comunicação. Vale a pena pensar nisso.[>> Envie a um amigo >>]

Debbie Weil é consultora para blogs corporativos e ajuda grandes empresas a agregar às suas marcas um aspecto de mídia progressista e facilidade de uso para os clientes, usando a Web, blogs e e-mail. Visite seu blog em www.BlogWriteForCEOs.com

Use os formulários abaixo para avaliar, comentar e enviar para alguém.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Blog: Comunicação e Escrita Íntima na Internet
DENISE SCHITTINE

Orelha para o livro “Blog: comunicação e escrita íntima na internet”, de Denise Schittine, por Cora Rónai:

O que é um blog?

Começo a chegar à conclusão de que esta pergunta, na sua aparente simplicidade, é a ciber-esfinge dos novos tempos. Aquilo que, para a maioria das pessoas, é — como obedientemente aprenderam em jornais e revistas — “um diário de adolescente na web”, é, na verdade, algo tão variado e complexo quanto a própria rede.

Ou, arrisco dizer, quanto a própria alma humana.

Blogs variam conforme o autor, o dia, o momento. Gente de todas as idades mantém blogs — inclusive a adolescente de 50 anos que assina esta orelha. Sua extraordinária facilidade de uso, responsável pelo sucesso inicial entre os internautas, conquista, a cada dia, novos adeptos, das previsíveis empresas de comunicação a grandes manda-chuvas do mundo corporativo e até, quem diria, políticos em campanha — embora ainda esteja para aparecer político que mantenha blog depois de eleito.

Ciente da amplitude do universo que se abria diante dela, Denise Schittine sabiamente optou por examinar apenas uma de suas galáxias, a do blog pessoal — aquele que é mantido por puro gosto por pessoas tão diferentes quanto a sofisticada Marina W., digamos, referência em elegância no mundo blog BR, ou o pragmático Edney de Souza, sem cujos conselhos a vida on-line de todos nós teria sido tão mais difícil.

Duas perguntas básicas orientaram o seu trabalho: o que leva as pessoas a escreverem blogs, e o que as leva a lerem blogs. Como tudo o que diz respeito a blogs, esta também é uma tarefa simples apenas na aparência, já que há tantas respostas para elas quantos blogs e leitores.

Para mim, foi uma aventura interessantíssima acompanhar uma autora tão bem preparada pelo emaranhado de caminhos cruzados e pistas falsas do vasto mundo dos blogs, um terreno tão escorregadio que já fez muita gente boa perder o rumo e desistir da empreitada. Achei particularmente notável a naturalidade com que Denise aceita a falta de respostas definitivas; afinal, assim é a vida, assim é a Internet e, claro, assim também são os blogs ? mas nem todo mundo se convence disso.

E a gorjeta, doutor?


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br




*Nome (obrigatório):


E-Mail (opcional):


Site (opcional):


Comentário