Autor

Mario Persona é autor dos livros “Eu quero um refil!”“Crônicas para ler depois do fim do mundo”“Dia de Mudança” (também em inglês: “Moving ON”), “Marketing de Gente”, “Marketing Tutti-Frutti”, “Gestão de Mudanças em Tempos de Oportunidades”“Receitas de Grandes Negócios”“Crônicas de uma Internet de verão” e da série “O Evangelho em 3 Minutos” (4 volumes). Participou nas obras Gigantes das Vendas, Educação 2007, Professor S.A, Educação 2007 e Coleção Aprendiz Legal. Colunista e cronista de publicações empresariais, Mario Persona utiliza sua familiaridade com tradução e redação para criar conteúdo para revistas, boletins e websites.

Professor

Sua experiência acadêmica inclui o ensino de Marketing no curso de Administração de Empresas do ISCA Faculdades, Gestão de Negócios na Era Internet no MBA de Gestão de Empresas de Tecnologia de Informação e Internet da Uninove e Marketing Hoteleiro no SENAC.

Palestrante

Com anos de experiência em falar em público é convidado com freqüência para ministrar palestras, seminários, treinamentos e workshops em eventos e empresas, abordando temas como Mudanças, Comunicação, Marketing, Negociação, Vendas, Marketing Pessoal, Criatividade, Inovação, Gestão do Conhecimento, Satisfação do cliente, Segurança, Qualidade, Meio Ambiente e Comunicação Corporativa.

Formação

Sua formação em Arquitetura e Urbanismo lhe dá o pensamento criativo indispensável em áreas como comunicação, design, marketing e publicidade. Acumulou experiência em negociação atuando no Grupo Itaú, onde foi responsável pela seleção, negociação e aquisição de imóveis para agências e escritórios do banco em todo o Brasil.

Atuou também na Themag Engenharia e Companhia do Metropolitano de São Paulo em negociação com grandes empreiteiras e fornecedores em licitações e contratos para a construção e manutenção das linhas do Metrô.

Foi diretor de comunicação e marketing da Widesoft, empresa pioneira no Brasil em de soluções B2B via Internet. Atuou também como editor responsável pela editora Verdades Vivas, executando traduções e projetos editoriais.

Tradutor

Há mais de vinte anos é tradutor inglês-português de textos técnicos e livros acadêmicos de administração, comunicação e marketing, o que lhe permite estar atualizado com as tendências nas áreas de gestão empresarial e treinamento profissional. Entre suas traduções estão livros como Liberte a Intuição, de Roy Williams, Administração 8/e, de Schermerhorn, e Marketing Internacional de Cateora e Graham.

Referência

Em 1996 passou a utilizar a Internet como veículo de marketing e relacionamento. Em 1998 criou a WideBiz, considerada na época uma das mais importantes comunidades de negócios da Internet brasileira. Por seu trabalho recebeu os Prêmios Empreendedor 2000, Tuesday Network 2001, Expressão Regional 2003, Troféu Fumagalli 2008 e Prêmio Dia do Empreendedor 2009.

O livro “Os 8 Ps do Marketing Digital” de Conrado Adolpho Vaz dedica quatro páginas ao “Case Mario Persona”, descrevendo a estratégia de comunicação e marketing utilizada no site www.mariopersona.com.br, além do blog Mario Persona CAFÉ, videolog TV Barbante.

Desde 2001 dedica-se a ministrar palestras e treinamentos e a prestar serviços de comunicação, assessoria e estratégia empresarial.

Imagens para divulgação

Clique na imagem para abrir em alta resolução.

Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante
Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante
Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante Mario Persona - Palestrante

“Ser alguém é ter uma história para contar.”
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase “mauricinho”, virei hippie. Isso mesmo. Fiz música, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, “paitrocinado”, no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos ambientalistas, fui morar no mato [Youtube]. Comprei um sítio Alto Paraiso, GO, após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Foram 3 anos cantando “Refazenda”, criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Por volta daquela época nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio e os anjos ficaram alegres [Youtube]. Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de construção, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs na Editora Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft Sistemas.

Hoje sou palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing. Para saber mais de meus serviços é só clicar no menu lá no alto. Descobri o ócio criativo por fazer o que gosto, e trabalhando em home-office adotei o modelo futuro no presente. Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro “Uma Luta pela Vida”, de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog do Pedro, o “Quero Contar”.

Com tanta gente lendo meus textos, visitando meu site ou assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores, alguns curiosos como este, que um leitor enviou ao pai com um artigo meu sem perceber que estava copiando para mim: “Oi pai. Conhece o Mario Persona? Sempre leio artigos dele. Alguns são bons, outros são completamente idiotas”. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: “Por que você se chama Mario Persona?”.

“Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda”
Isabel Allende