Alvin Toffler no presente do futuro
por Mario Persona



Alvin Toffler no presente do futuro

Ele tem um bocado de livros vendidos. Será que ouvi mais de quinze milhões? Deve ser, o que equivale dizer que pelo menos igual número de pessoas se preocupa com o futuro. Mas o quanto de futuro Alvin Toffler é capaz de prever? Segundo o próprio, nada. Mas que pode dar pistas, isso pode.


E foi de pistas que esteve recheada sua palestra no último Congresso da Expomanagement 2003, promovido pela HSM. Foi a única palestra que assisti numa semana cheia, com aulas e palestras para dar e clientes para visitar. Mesmo assim, saí do Congresso com um bocado de pulgas atrás da orelha. Coisas para digerir e ponderar devagar.

A principal é que nenhum homem é capaz de prever o futuro baseado no estudo das circunstâncias. Ele pode enxergar algo das tendências, mas fica a mercê de fatores que causam mudanças extremas e imprevistas, como atentados, guerras, epidemias e movimentos políticos e religiosos. Sempre foi assim e sempre assim será.

O foco da palestra esteve um bom tempo sobre a questão da criação de riqueza. Numa época em que a vida média era de menos de 40 anos de idade, era o campo o gerador de riqueza. Porém a indústria acabou com isso ao criar uma nova atividade que não apenas gerou mais riqueza, como ajudou a ampliar a média de vida dos seres humanos. Algo que, se continuar do jeito que anda, permitirá que uma criança nascida hoje na França, por exemplo, tenha já uma expectativa de vida de cem anos ou mais.

A atividade industrial não apenas criou um novo campo, mas revolucionou o próprio campo, industrializando e massificando a produção, além de criar produção em massa, mídia em massa e diversão em massa. Será que é toda essa massa que está causando um índice de obesidade em massa nos países mais desenvolvidos? Pode ser…

Quando os barões da indústria estavam alegres, apareceu uma nova forma de geração de riquezas. Uma fábrica na qual entra uma matéria-prima imponderável e da qual saem produtos etéreos. Uma nova forma de capital surgiu na sociedade do conhecimento, o capital intelectual. Hoje um dos homens mais ricos do mundo fabrica nada a partir de coisa nenhuma, se pensarmos apenas do lado físico. A indústria do software é uma indústria de conhecimento.

Para onde caminha essa humanidade? Bem, o Alvin Toffler disse muito mais coisas e vou citá-las em um ou mais de meus próximos textos aqui, mas não posso impedir de fazê-lo mesclando meus próprios pensamentos ou de outros ao assunto. Ou você acredita em imparcialidade? Sejam quais foram os fatos, eles são influenciados pelas crenças e emoções de quem escreve, tornando a informação final tão imprevisível quanto o futuro. O mesmo que Alvin Toffler ainda não consegue prever. Mas que dá umas boas pistas, isso dá.



A Terceira Onda – Alvin Toffler
Este livro foi citado algumas vezes na palestra de Alvin Toffler, ou seu tema serviu de base para as coisas que ele disse. Ele falou de um novo livro que deve sair, porém não me lembrei de anotar o título. Seria “Wealth Sustance”? Não tenho certeza. Mas se quiser munição de profeta, aqui vai uma relação de alguns que já estão em português:

O Choque do Futuro
Criando uma Nova Civilização
Guerra e Anti-Guerra: Sobrevivência na Aurora do Terceiro Milênio
Powershift: as Mudanças do Poder
A Empresa Flexível
O Espasmo da Economia
Previsões e Premissas